Recycle BinGo faz 2 anos 19 de fevereiro de 2020

O Recycle BinGo comemora hoje 2 anos! Mais de 30 mil amigos do planeta já apanharam o bichinho da reciclagem. 

 

Esta aplicação já tinha sido galardoada em 2018 pelos Prémios Meios & Publicidade (OURO) e recebeu o prémio prata em duas categorias - APPs Mobile e Jogos Mobile - e ainda bronze em User Design Experience (UX), prémios do XX Festival Anual de Publicidade, organizado pelo Clube de Criativos de Portugal.

      

Com esta APP, ir ao ecoponto é uma animação e acreditamos que o Recycle BinGo nos vai continuar a ajudar a todos a cumprir os objetivos nacionais em matéria de reciclagem.

 

Obrigada a todos pelo apoio e por nos ajudarem a reciclar mais e melhor.

Recycle BinGo faz 2 anos 19 de fevereiro de 2020

O Recycle BinGo comemora hoje 2 anos! Mais de 30 mil amigos do planeta já apanharam o bichinho da reciclagem. 

 

Esta aplicação já tinha sido galardoada em 2018 pelos Prémios Meios & Publicidade (OURO) e recebeu o prémio prata em duas categorias - APPs Mobile e Jogos Mobile - e ainda bronze em User Design Experience (UX), prémios do XX Festival Anual de Publicidade, organizado pelo Clube de Criativos de Portugal.

      

Com esta APP, ir ao ecoponto é uma animação e acreditamos que o Recycle BinGo nos vai continuar a ajudar a todos a cumprir os objetivos nacionais em matéria de reciclagem.

 

Obrigada a todos pelo apoio e por nos ajudarem a reciclar mais e melhor.

Toneladas de Ajuda 24 de Setembro 2019

Amarsul lança nova Campanha no âmbito da responsabilidade social designada “TONELADAS DE AJUDA”.

 

Dirigida em especial a todas as IPSS localizadas na área de intervenção da Amarsul, esta nova Campanha consiste em valorizar todos os resíduos recicláveis que aquelas instituições queiram entregar na Amarsul, nomeadamente, embalagens plásticas e metálicas, papel e cartão e embalagens de vidro.

 

As quantidades de resíduos recicláveis serão acumuladas durante um ano e o valor recebido por cada IPSS, no final desse período, poderá ser utilizado em qualquer projeto da própria IPSS. Também serão aceites entregas feitas por outras entidades, desde que sejam feitas em nome de uma IPSS e, previamente, comunicadas por esta.

 

As entregas de recicláveis deverão ser efetuadas diretamente nas instalações da Amarsul, designadamente, nos Ecoparques do Seixal e Setúbal e Eco-Transferência de Sesimbra.  Será aberta uma ficha de cliente, que funcionará como conta corrente por cada instituição de modo a quantificar o peso do material entregue. Em qualquer entrega será disponibilizado um talão de pesagem.

 

Esta Campanha irá estar a decorrer simultaneamente em todas as Concessionárias do Grupo EGF.

 

Estaremos assim, a contribuir ambiental e socialmente!

 

Para mais informações entre em contacto connosco através do email comunicacao@amarsul.pt 

Amarsul disponibiliza 57 novos contentores metálicos 26 de Agosto 2019

Desde o final de 2018, que a Amarsul tendo vindo a reforçar a sua rede de ecopontos, aproximando os contentores para recicláveis da população, de modo a tornar mais cómoda a separação e deposição destes resíduos. Este projeto abrange todos os municípios da Península de Setúbal, sendo cofinanciado pelo POSEUR – Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos.

 

Estes novos contentores metálicos de 3m3 estão a ser colocados em todos os Municípios, em locais onde existe um histórico elevado de atos de vandalismo, nomeadamente incêndios em ecopontos.

 

A Amarsul encontra-se empenhada em prestar cada vez mais, um melhor serviço à população disponibilizando mais contentores para deposição de resíduos recicláveis, reduzindo assim, os resíduos que são encaminhados para aterro.

Campanha Amarsul Eco Praias | “Vamos reciclar à beira mar” 26 de Junho 2019

A “Amarsul Eco Praias” é uma campanha de sensibilização e de recolha de embalagens usadas de plástico, que irá envolver 33 praias dos Municípios de Almada, Sesimbra e Setúbal, em que será disponibilizada uma rede de ecopontos para a população reciclar  as suas embalagens, entre 22 de junho e 15 de setembro de 2019.

 

Com uma forte componente de sensibilização, em que serão realizadas ações dirigidas à população em geral aos fins de semana. Durante a semana, o foco serão as colónias e campos de férias, que vão ser acolhidas por equipas da Amarsul dedicadas à recolha dos resíduos produzidos pelas crianças e educadores, em que no final vão ser recompensadas com uma pulseira de identificação para recordar o dia em que “Vamos reciclar à Beira mar”. Também serão dinamizadas limpezas de praias e ateliers de reciclagem.

 

Com o objetivo de retirar resíduos de aterro e dos oceanos, as equipas da Amarsul irão percorrer as praias, recolher embalagens de plástico usadas através de ecopontos móveis, sensibilizar e dar a conhecer a localização dos contentores permanentes da praia e esclarecer as dúvidas da população.

 

A sensibilização terá inicio no dia 22 de junho, nas Praias de Lorosae e Morena ( Almada), Ouro ( Sesimbra) e Figueirinha (Setúbal) estando programadas um total de 148 ações.

 

As Praias que estão abrangidas pela Campanha “Amarsul Eco Praias” são:

 

ALMADA (28): Albatroz | Lorosae | Leblon | Bicho d’Agua | Sunset | Kontiki | Pé Nu Golfinho | Mata | Grão de Areia + Riviera | Casa do Sol + Rainha | Castelo (Manduca + Yamba) | Cabana do Pescador (Delmare + Meio Metro) | Princesa | Rei (Hula Hula) | Morena (Borda d’Agua) | Sereia (Waikiki) | Infante (Tartaruga) | Bela Vista (casa da Praia) | Terminus |Americano (Move On) | Aroeira (Beach Bar)  |Cabana Beach | Rampa | Kailua | Oh, Ti João – 1 | Areias da Telha| Bambu

 

SESIMBRA (2): Califórnia| Ouro

 

SETÚBAL (3): Albarquel | Figueirinha | Creiro

Campanha de sensibilização “Comércio a Reciclar” 19 de Março de 2019

A campanha “Comércio a Reciclar” resultou de uma iniciativa da Amarsul, cofinanciada pelo POSEUR – Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, integrada no programa de comunicação e inovação social da EGF – Environment Global Facilities.

 

O projeto teve como objetivo a realização de 2.183 ações de sensibilização no canal HORECA (hotéis, restaurantes e cafés), alargado a comércio e serviços na área de abrangência da Amarsul. As ações tiveram em vista educar, sensibilizar e promover, no canal HORECA, comércio e serviços, uma maior informação sobre as vantagens de adotar comportamentos ambientalmente corretos com vista à valorização dos resíduos urbanos. A campanha assegurou o contacto direto com os comerciantes, incentivando à utilização dos serviços de recolha seletiva que a Amarsul presta gratuitamente, não apenas à população, mas também junto dos estabelecimentos que pretendam aderir a este projeto.

 

A campanha contou também com a colocação de vidrões com basculamento em pontos estratégicos na via pública, de modo a facilitar a deposição do vidro no contentor aos estabelecimentos HORECA, tendo diversos estabelecimentos aderido a este sistema de deposição. Visou ainda a recolha porta a porta de cartão, de vidro, e embalagens.

 

Através deste serviço de recolha, que é gratuito, é assegurada a proximidade entre a Amarsul e os estabelecimentos comerciais, enquanto produtores de grandes quantidades de resíduos, desviando resíduos de aterro, melhorando a limpeza urbana e encaminhando corretamente os resíduos para reciclagem.

 

Com esta Campanha, de 2017 a 2018, as quantidades de recicláveis recolhidas no comércio aumentaram 35%, correspondendo a um aumento de 1.268 toneladas.

 

A campanha “Comércio a Reciclar” decorre nas 11 concessionárias da EGF (da qual a Amarsul faz parte) numa mega ação de sensibilização que visou mais de 26.000 estabelecimentos a nível nacional.

 

Comércio a reciclar

 

 

Cerca de 50 toneladas de resíduos recicláveis recolhidos no Programa Ecovalor 29 de Abril de 2019

O Programa Ecovalor é um programa de educação e sensibilização ambiental que tem como principal público-alvo a comunidade escolar, visando abranger todos os estabelecimentos de ensino (escolas públicas, privadas e IPSS) da área de atuação da Amarsul.

 

No decorrer do 1º trimestre deste ano, foram recolhidos mais de 30.000kg de papel/cartão e perto de 20.000kg de embalagens plásticas nas entidades inscritas no Programa, as quais receberão o valor correspondente às quantidades entregues.

 

O Programa Ecovalor é integrado na Operação Comunicação Ambiental Estratégica com vista à valorização de resíduos urbanos, cofinanciada pelo POSEUR – Programa Operacional para a Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos, que decorre nas 11 concessionárias da EGF, da qual a Amarsul faz parte.

Amarsul reforça o município do Barreiro com 233 vidrões Barreiro - 24 Abril de 2019

Desde o final de 2018, que a Amarsul tendo vindo a reforçar a sua rede de ecopontos, aproximando os contentores para recicláveis da população, de modo a tornar mais cómoda a separação e deposição destes resíduos. Este projeto abrange todos os municípios da Península de Setúbal, sendo cofinanciado pelo POSEUR – Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos.

 

No caso concreto do Município do Barreiro, a Amarsul está a reforçar a rede de vidrões que serão distribuídos da seguinte forma:

     -Freguesia de Santo António da Charneca – 38 vidrões

     -F. Alto do Seixalinho, Santo André e Verderena – 141 vidrões

     -F. Barreiro e Lavradio – 54 vidrões

 

Este investimento complementa a instalação dos mais de 400 contentores para papel/cartão e plástico/metal, disponibilizados aos cidadãos do Barreiro, e é reforçado pelas ações de sensibilização que estão a decorrer.

 

Com a correta separação de recicláveis pelos cidadãos, menos resíduos são encaminhados para aterro e todos beneficiam: serão menos as toneladas de resíduos sujeitas a taxa de deposição paga pelos Municípios e serão mais as quantidades recolhidas seletivamente pela Amarsul.

Amarsul promove ações de sensibilização junto a ilhas ecológicas 22 de Abril de 2019

Desde o final de 2018, que a Amarsul tendo vindo a reforçar a sua rede de ecopontos, aproximando os contentores para recicláveis da população, de modo a tornar mais cómoda a separação e deposição destes resíduos. Em vários municípios, este reforço tem sido feito com contentores com capacidade para 1.100l (menores do que os ecopontos tradicionais, de 2.500l) criando ilhas ecológicas. Este projeto, cofinanciado pelo POSEUR – Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, visa aumentar e otimizar as quantidades de recicláveis separados na origem.

 

Neste contexto, a Amarsul encontra-se a promover ações de sensibilização junto das ilhas ecológicas, onde equipas dedicadas esclarecem todas as dúvidas relativas à separação de resíduos recicláveis, ajudando os cidadãos a verificarem se os resíduos que estão a depositar nos contentores estão corretamente separados. No final da ação de sensibilização, é disponibilizado um brinde.

 

A sensibilização arrancou no dia 15 de abril, no Município do Barreiro, após instalação de mais de 400 contentores para papel e cartão (tampa azul) e embalagens de plástico ou metal (tampa amarela), estando programadas cerca de 370 ações. Posteriormente, decorrerão nos restantes Municípios da região, perfazendo um total de 2.990 ações.

 

Com a correta separação de recicláveis pelos cidadãos, menos resíduos são encaminhados para aterro, e todos beneficiam: serão menos as toneladas de resíduos sujeitas a taxa de deposição paga pelos Municípios e serão mais as quantidades recolhidas seletivamente pela Amarsul.

Amarsul produz energia elétrica suficiente para abastecer mais de 7.500 famílias 19 Março de 2019

A energia elétrica produzida pela Amarsul, cerca de 29.000 MWh, é proveniente dos Centros Eletroprodutores instalados nos aterros de Palmela e do Seixal, e ainda da produção resultante do tratamento mecânico e biológico do Seixal. Os resíduos indiferenciados dos 9 municípios da área de abrangência da Amarsul são devidamente encaminhados para valorização orgânica, dando origem a composto e a energia elétrica.

 

A energia elétrica que é produzida a partir do biogás, resulta da decomposição da matéria orgânica. Uma vez produzido, o biogás (metano) é encaminhado para moto geradores, e convertido em energia elétrica, que é posteriormente injetada na rede elétrica nacional.

 

Na Amarsul, o biogás é obtido por dois processos: através de digestão anaeróbia na Central de Valorização Orgânica, no Seixal e a partir do confinamento dos resíduos nos aterros sanitários de Palmela e Seixal.

 

Anualmente, a Amarsul recebe e trata mais de 380.000 toneladas de resíduos urbanos. Desta quantidade é obtido biogás suficiente para produzir energia elétrica para abastecer mais de 7.500 famílias.

Amarsul investe em equipamento para movimentação de resíduos 19 Março de 2019

Durante o ano de 2018 Amarsul investiu perto de 700.000 € em equipamentos para movimentação de resíduos em aterro sanitário, nos seus Ecoparques de Palmela e Seixal.

 

Estes equipamentos, de grande robustez e versatilidade, são capazes de movimentar grandes cargas de materiais, podendo trabalhar em condições difíceis e impõem-se também pela estabilidade que possibilitam em qualquer tipo de terreno, relevo e condições climatéricas. A sua versatilidade manifesta-se pela multiplicidade de acessórios com que podem operar, adaptando-se a diversos tipos de trabalhos, nomeadamente, terraplenagem, floresta, manuseamento de resíduos sólidos, entre outros. São por isso adequados para os aterros sanitários, permitindo a realização do trabalho de forma eficiente e segura.

 

Para além de assegurarem um tratamento seguro aos resíduos que não são passíveis de reciclagem, produzidos na região da Península de Setúbal, os aterros sanitários da Amarsul contribuem para a produção de energia elétrica, a partir do biogás produzido pela decomposição da matéria orgânica, que neles se encontra depositada.

 

Dada a idade de uma grande parte dos equipamentos da Amarsul, associada à utilização intensiva num meio que propicia o desgaste rápido, a renovação do parque é uma necessidade incontestável, que a Amarsul tem vindo a assegurar, através do investimento em equipamentos inovadores, capazes de responder às características da atividade e que cumprem os mais exigentes requisitos de segurança.